Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

18
Jan 09
Sinto-me reclusa
Reclusa deste sentimento
Reclusa de mim
Reclusa de ti
 
Imagino-me dona
Deste cubículo
Que me aquieta
Sinto-te
 
Imagino-me dona
Da leve brisa que passa
Que me faz arrepiar
Sinto-te
 
Imagino-me dona
Do feixe de luz que me atravessa
Que me aquece
Sinto-te

Imagino-me dona
Do mundo lá fora
Onde nos encontramos
E entregamos
E amamos
Sem reservas.
 
Imagino-me dona
Do tempo que há-de vir
Onde seremos reclusos de nós mesmo
Onde seremos reclusos um do outro
 
Recuso-me
A seguir em frente
Sem saber porquê
publicado por M.M. às 22:02

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15
16
17

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

15 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO