Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

19
Mar 10

Pendurei os sonhos em leves prosas

Eram palavras sem sentido ao relento

Vivo agora outro sonho

O sonho da vida

O sonho da cura

O sonho da realidade

Talvez o amor seja assim

Um sonho de realidade.

Um sonho de vida.

Um sonho de felicidade.

 

Onde estou agora?

Onde nunca estive.

Lá: no sonho da realidade.

publicado por M.M. às 04:55
tags:

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

15
17


31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

15 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO