Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

15
Dez 08

Ainda que sendo desconhecido me conseguiu fazer sorrir no final de um dia de cão no qual os motivos para chorar eram mais que muitos. Mas nada como diria a outra um batoonzinho nos lábios, um rimel e aí vamos nós! Foi o que fiz e soube-me mesmo bem.

Obrigada ilustre desconhecido pelos momentos de descanso que me proporcionaste. Obrigada por me teres dito aquilo, que mesmo sem saberes, precisava de ouvir. 

 

P.S. o pinguim não sei se sou eu ou ele! Quando descobrir aviso.

publicado por M.M. às 22:14

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
26

28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

15 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO