Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

23
Mai 10

Nos teus braços vivo o sonho e a fantasia,

Longe da realidade que lá fora existe,

Nos teus braços voo nas asas invisíveis do amor,

E apenas o desejo se assenhora por inteiro.

 

É na quietude dos silêncios que fala o carinho,

São os olhos nos olhos e o respirar baixinho,

Que nos garante um total encantamento.

Sem palavras desnecessárias, mesmo que sentidas.

 

Nos teus braços sou tudo o que sempre quis ser,

Sou tua dona, tua escrava, tua amante, sou tua,

Vivo como nunca vivi e quero continuar a viver.

publicado por M.M. às 16:00

Chego! Tu já estás à minha espera... recebes-me com um leve beijo e um abraço terno. Às vezes mimas-me... às vezes beijas-me... às vezes abraças-me... às vezes nada... às vezes tudo... às vezes o silêncio sereno de um mundo pensado para nós os dois... feito de luz e água: um arco-irís!

publicado por M.M. às 01:00

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13

16
18


30
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

16 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO