Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

07
Set 10

Hoje o Outono deu um arzinho da sua graça! Regressaram as mangas compridas... O guarda-chuva ficou esquecido duas ou três vezes! Isto só pode querer dizer que ainda não estou preparada para o regresso em força da chuva!

 

Por outro lado, o dia de hoje fez-me lembrar de algumas viagens que fiz, no Outono e que me souberam imensamente bem! Esta foto faz-me lembrar aquela serra silenciosa:

 

 

publicado por M.M. às 23:45
tags: ,

28
Jul 10

Estou de regresso. Ainda me custa acreditar que o tempo tenha passado tão depressa, foi uma semana de aventuras, de descanso, de paz e de reflexão sobre a caminhada que tenho feito até aqui. Mas esta caminhada também foi especial, porque já há muito que me tinham desafiado para fazer o caminho e lamentavelmente nunca o tinha feito! Porque o fiz agora? Não sei! Talvez porque agora fosse pura e simplesmente o momento certo para a fazer ou porque talvez agora tenha sido o momento oportuno ou pura e simplesmente porque o destino (não que eu acredite nele) o tenha destinado assim....

 

Ficam algumas imagens que valem pelas mil e uma palavras que poderia aqui escrever!

 

publicado por M.M. às 00:43
tags: ,

17
Jun 10

 

Há momentos que irei eternizar na minha vida.

Estes são alguns deles!

 

Obrigada!

 

p.s. já não sei viver de outra maneira, senão assim!


26
Abr 10

Vergonhosamente e vivendo eu a escassos 15km deste belíssimo exemplar da arquitectura do séc. XVIII... nunca o tinha visitado... nem sequer os jardins que foram mantidos abertos ao público, mesmo numa fase em que a degradação do imóvel parecia eminente! No entanto, actualmente a Casa da Ínsua foi convertida em Hotel de Charme! Ainda assim, é possivel visitá-la! E sem dúvida os jardins merecem uma espreitadela demorada, preferencialmente!

 

Deliciem-se com algumas imagens que poderão ver com os vossos olhos se quiserem perder-se pelas belezas do interior profundo:

 

 

 

 

publicado por M.M. às 00:41

06
Fev 10

A minha primeira imagem da cidade foi de desilusão, aquela Paris que tinha na minha cabeça não existiria? Na manhã seguinte acordei com a alma lavada e espreitei à janela o céu carregado e o chão cheio de neve... saí finalmente de casa e a imagem da cidade suja, desorganizada, (até) violenta que tinha tido na noite anterior desapareceu! Afinal Paris estava ali, pronta a ser descoberta. E sim, agora posso dizê-lo, fascinou-me!

 

Agora, alguns dias depois do meu regresso guardo na memória a beleza de Notre Dame, as cores vivas do Bairro Latino, a omnipresença da Tour Eiffel, a cidade vista do Sena, os finais de tarde frios ao sol. Longe da imagem que havia criado! Ei-la!

 

 

 

 

 

Foram belos dias de descanso! Passeio! Risos!

publicado por M.M. às 15:16
tags:

29
Jan 10

 

publicado por M.M. às 16:22
tags: ,

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO