Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

18
Nov 09

O mail chegou. Assunto: 'Reunião'. Ela bate palminhas quando vê o remetente, e executa uns movimentos estranhos algures entre a dança da chuva e uma fuga desesperada a um enxame. Demora para aí 15 minutos a escrever a resposta que, basicamente, dizia que a reunião podia ser na quinta às 18. Está bem que as palavritas são poucas, mas há que as medir bem e confirmar se os pontos, vírgulas e afins estão todos no sítio. Não há cá lugar a falhas. Afinal é a primeira (e se calhar única) reunião a dois, as oportunidades não são para desperdiçar. E, na hora em que carrega no send repara que o assunto não é:


'Reunião'

é antes

'Reunião...'
 
 
 
Se vocês são homens perguntam: 'E qual é a diferença? O moço carregou no ponto final três vezes sem dar conta... Olha a grande coisa!'
 
 
Se são mulheres, como ela, dissertam sobre os três pontinhos... Sim, porque entre 'reunião' e 'reunião...' existe uma diferença imensa. 'Reunião' significa um encontro de trabalho. Ponto final. 'Reunião...' pode significar tudo. O que é que ele quis dizer ao escrever aqueles três pontitos? Sim, porque as reticências não estão ali por acaso. Se só queria uma reunião não escrevia os '...'. Será que há cafézinho depois da reunião? Será que há cinema depois da reunião? Será que há toques de mãos casuais, sem o serem, durante a reunião? Será que haverá efectivamente reunião? Convirá marcar a reunião num sítio isolado onde nunca ninguém vai?

(ser mulher é muito complicado, não há nada a fazer quanto a isto...)

 

Pescado aqui.


Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO