Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

11
Fev 10

Se há coisas que me causam uma urticária daquelas de todo o tamanho é ouvir algumas colegas dizerem: "ah e tal já não é como era antes, mas se não for com ele tenho medo de viver na solidão..."

Ah e tal é óbvio que a solidão não tem nada a ver com isso! Não é por não termos o tal "alguém" que ficamos mais sós, do que aquilo que estamos quando o temos. Claro que é bom ter aquele alguém que nos aquece não só os pés, mas sobretudo o coração. No entanto, se já não faz sentido estar-se junto, porque é que se escolhe o caminho mais fácil da convivência simples e não o caminho mais difícil da busca da felicidade! Ela não está ali na esquina, se calhar não está em nenhuma esquina do nosso quarteirão... Poderá até estar do outro lado do mundo, mas se não arriscamos a partir.... caimos no erro de passar uma vida a viver uma ilusão que criamos em relação à pessoa com quem estamos. E isso é nada mais nada menos do que enganarmo-nos a nós mesmos! Magoarmo-nos, irremediavelmente! Ferirmo-nos mortalmente!

 

Tudo isto quando têm muito menos do que a idade de se comprometerem para uma vida inteira! E depois, em vez de buscarem a felicidade, ligam-me a dizer que vão dar o nó e irão ser eternamente felizes!! Como? Se nem agora o são? Não percebo, mesmo...

publicado por M.M. às 21:38

28
Dez 09

Como tenho a mania que sou organizada... Tenho no meu computador ene pastas cujos títulos variam entre CF, ver, outros, docs, etc... E em dias como o de hoje onde a vontade de fazer algo de (mais) produtivo é quase nula, não há nada como organizar mais uma destas "pastinhas"!!

 

De entre todos os ficheiros que apaguei porque não interessavam, outros que estavam duplicados e outros ainda que não sei por alma de quem os tinha guardado... encontrei um poema que li há uns bons tempos atrás e que na altura fazia toda a lógica que o tivesse guardado numa pasta que dizia "tu"! Lembrei-me de quem era esse "tu", que passou rapidamente a ter um nome próprio e uma existência bem real!

Fica aqui, como se se tratasse de uma página da história da minha vida:

 

Arranca-me os olhos, e ainda te poderei ver.
Arranca-me os tímpanos, e ainda te poderei ouvir.
Sem pés, ainda poderei caminhar para ti.
Sem língua, poderei invocar-te a qualquer hora.
Arranca-me os braços, poderei abraçar-te
e agarrar-te com o coração, como se a mão fosse.
Pára meu coração e meu cérebro baterá com a mesma fidelidade.
E se meu cérebro incendiares,
então em meu sangue te carregarei.

Bergerac

 

publicado por M.M. às 22:58

Nunca sei muito bem o que hei-de dizer quando vejo uma amiga triste e sem rumo! Pior de tudo sei que ela para desabafar daquela maneira é porque, de facto, é grave.

 

publicado por M.M. às 01:29

16
Dez 09

Querida Tara,

 

Sei que prezas muitissimo o bem-estar de todos aqueles que não conheces e cujos e-mails foste pescar sabe Deus onde. No entanto, e apesar de todo o apreço que tenho por pessoas que se preocupam com os outros não tenho o menor interesse em receber e-mails teus. Ainda para mais quando o assunto diz que vou receber uma prenda que nunca verei pelo simples facto de que não quero marcar nenhuma videncia.

 

Cumprimentos,

publicado por M.M. às 20:27

29
Nov 09

(hoje ao pequeno almoço, num sítio bem diferente do habitual a um domingo)

 

Blá blá blá

Então e tu? Estudas o quê?

Já acabei! Sociologia.

Onde tiraste?

Em Braga!

Desculpa lá a indiscrição... Mas em que caixa do LIDL trabalhas?

(engolir em seco)

Trabalho em ....

(engolir em seco - do meu interlocutor)

 

Atenção! O Sr até era cultissimo e tive uma formação no fim-de-semana daquelas bem proveitosas. Até de Habbermas falamos, do Machado Pais e até daquele sociólogo brasileiro que agora não me lembra o nome =)

DESABAFO: Ai ai sociedadezinha preconceitoso.

 

p.s. o que é que a imagem tem a ver com isto? Se calhar, nada! Mas fez-me lembrar os telhados de vidro.


25
Nov 09

Gritar "sim"

Gritar "não"

Gritar "basta"

Gritar "não me apetece"

...gritar...

No entanto, nem sempre encontro o espaço ideal para o fazer.


Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO