Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

25
Mai 10

 

A culpa não é do sol

A culpa não é da praia

A culpa não é do mar

A culpa não é do vento

 

A culpa é da vontade que vive dentro da mim

 

Da vontade

 

Que tenho de te abraçar

Que tenho de te sentir

Que tenho de te ver

 

A culpa é dessa vontade que vive dentro de mim!

 

Variações

publicado por M.M. às 22:33

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13

16
18


30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO