Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

23
Mai 10

Chego! Tu já estás à minha espera... recebes-me com um leve beijo e um abraço terno. Às vezes mimas-me... às vezes beijas-me... às vezes abraças-me... às vezes nada... às vezes tudo... às vezes o silêncio sereno de um mundo pensado para nós os dois... feito de luz e água: um arco-irís!

publicado por M.M. às 01:00

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13

16
18


30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

17 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO