Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

14
Mai 10

Adoro o amor silecioso, tranquilo e quieto! Um sentir que não é feito de aparências, não é feito para os outros, mas para nós! Um sentir profundamente novo todos os dias e que alimenta a felicidade que trazemos dentro do coração.

 

O compromisso é a tentativa de eternizar esta pureza do amor, no entanto, podemos cair no erro da posse esquecendo que o próprio amor tem a fragilidade como essência! É essa fragilidade que deve ser cuidada e tratada todos os dias, cair na rotina é uma das muitas fragilidades dessa essência. O amor deve ser alimentado de presenças e ausências! É na ausência que se apura a vontade de estar junto. E na presença que se apura a vontade de ter saudades. É que a outra essência do amor é a liberdade. Ele precisa de espaço para crescer confortável. O encantamento do primeiro dia, do primeiro beijo, do primeiro toque deve renascer muitas vezes... e o mais admirável é quando ele renasce pela mesma pessoa!

 

publicado por M.M. às 23:10

comentário:
Parabéns para o seu blog é muito fofo!
lavorare all'estero a 17 de Maio de 2010 às 14:22

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13

16
18


30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO