Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

29
Jan 10

 

publicado por M.M. às 16:22
tags: ,

Com um leve friozinho na barriga

Mas

Com um sorriso de orelha a orelha

publicado por M.M. às 12:00
tags:

28
Jan 10

(by you-can-fly) 

Daqui.

publicado por M.M. às 22:10

 

 

"Não tenhas medo de caras feias!"

publicado por M.M. às 20:37

27
Jan 10

publicado por M.M. às 22:41

23
Jan 10

Aqueles em que se pedia em namoro.

Aqueles em que se escreviam cartas de amor.

Aqueles dos beijos apaixonados à janela!

publicado por M.M. às 15:35

20
Jan 10

banheira-sapato

 

Hoje foi dia de chegar a casa

E em vez de correr para o computador

Corri para o banho.

 

E que bem me soube!

Usar todos aqueles frascos daquela prateleira

E usar do tempo que não tenho tido ultimamente.

 

Sinto-me renovada!

publicado por M.M. às 21:52

18
Jan 10

Hoje a conversa acabou em guarda-costas!

...logo hoje que já tinha apanhado um trauma...

Porque alguém insistiu que eu precisava de ajuda

Quando não precisava!

 

Lá andei eu a tratar de umas coisitas

Com "a" apêndice atrás!

publicado por M.M. às 22:59

De génio e de louco, todos sabemos que temos um pouco! Mas Oscar Wilde tinha tanto de génio como de louco e aquilo que escreve é capaz de nos transformar!

 

Antes de mais, uma confissão.... estou apaixonada pela sua poesia!!!!

 

Escolho meus amigos

Não pela pele ou outro arquétipo qualquer,

Mas pela pupila.

Tem que ter brilho questionador 

E tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito

Nem os maus de hábitos.

 

Fico com aqueles que fazem de mim

Louco e santo.

  

Deles não quero resposta,

Quero meu avesso.

Que me tragam dúvidas e angústias 

E aguentem o que há de pior em mim.

Para isso, só sendo louco.

 

Quero os santos,

Para que não duvidem das diferenças 

E peçam perdão pelas injustiças.

Escolho meus amigos pela alma lavada 

E pela cara exposta.

 

Não quero só o ombro e o colo,

Quero também sua maior alegria.

 

Amigo que não ri junto,

Não sabe sofrer junto.

 

Meus amigos são todos assim:

Metade bobeira,

Metade seriedade.

Não quero risos previsíveis,

Nem choros piedosos.

Quero amigos sérios,

Daqueles que fazem da realidade

Sua fonte de aprendizagem,

Mas lutam para que a fantasia não desapareça.

 

Não quero amigos adultos nem chatos.

Quero-os metade infância 

E outra metade velhice!

Crianças,

Para que não esqueçam o valor do vento no rosto; 

E velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou.

Pois os vendo loucos e santos,

Bobos e sérios,

Crianças e velhos,

Nunca me esquecerei de que "normalidade" 

É uma ilusão imbecil e estéril. 

 

(atenção tradução em português do Brasil)

publicado por M.M. às 15:49

17
Jan 10

 

....que permanecem no tempo e jamais se apagam!

publicado por M.M. às 23:29

Os homens são como um bom vinho: todos começam como uvas, e é dever da mulher pisá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para jantar.


É engraçado como há pessoas que, ainda que tenham 30 anos continuam a achar que "beber" é beber shots e conhecer miúdas/os, subir para cima de uma coluna e chamar a atenção de toda a pista de dança.

 

 

Para mim "beber" tem mais a ver com a companhia, se forem amigos tanto melhor e ficar até às tantas a conversar sobre o tudo e o nada da vida, que por ser um intervalo tão curto entre o nascimento e morte, precisa de ser vivida com intensidade!

 

Por isso cada vez mais gosto de beber um bom vinho, numa excelente companhia e deitar conversa fora. Que tal um brinde à amizade?

publicado por M.M. às 02:02
tags: ,

14
Jan 10

Detesto não ter nada mais para dizer

Do que um seco "olá".

 

Mas adoro parar para dizer esse "olá"

E poder olhá-lo nos olhos

publicado por M.M. às 23:30

 

Vou
uma vez mais
correr atrás
de todo o meu tempo perdido
quem sabe, está guardado
num relógio escondido por quem
nem avalia o tempo que tem

 

p.s. Mais uma música de encantar de um dos meus compositores preferidos!

publicado por M.M. às 08:52

 

Eu tenho uma espécie de dever,
de dever de sonhar,
de sonhar sempre,
pois sendo mais do que
um espectador de mim mesmo,
eu tenho que ter o melhor espectáculo que posso.
E assim me construo a ouro e sedas,
em salas supostas, invento palco, cenário,
para viver o meu sonho
entre luzes brandas
e músicas invisíveis.

(Fernando Pessoa)

 

publicado por M.M. às 00:47

12
Jan 10

Um dia ainda hei-de viver em Paris

e circular linda e maravilhosa

Montada na minha bicicleta!

 

E sempre cheia de estilo

E com saltos de 10cm.

 

Digam lá que não era uma ideia?

Peregrina é certo,

mas uma ideia!


 

Às vezes no silêncio da noite, mas também do dia, eu fico imaginando nós dois....

publicado por M.M. às 21:08

11
Jan 10

Aceitamos a imaturidade dos homens, eles aceitam-nos a histeria desnecessária e ninguém se mexe muito do sofá.


10
Jan 10

Ontém em conversa com os amigos alguém dizia "não quero ser grande", não quero ser adulto! Ninguém quer ser grande, nem adulto, nem ter responsabilidade, nem ter dores de cabeça completamente escusadas graças à estupidez deste mundo feito por gente grande! No entanto, a vida é mesmo assim... Crescemos, tornamo-nos grandes, mas ao contrário de Fernado Pessoa não vemos mais além do que o prisma da nossa altura quando temos 5 anos. Continua a haver quem não pense no que diz e faz, quem desconfie da própria sombra, quem não pise antes de mandar alguém à frente!

 

É isto, ser grande! Ou pelo menos é isto, visto do dark side of moon!

 

O outro lado tem a ver com a beleza de, de vez em quando, voltarmos a ser crianças. Voltar a sentir aquela inocência, aquela felicidade momentânea, aquele sorriso sincero!

 

Hoje à tarde voltei a ser, por um bocadinho, essa criança! E que fiz eu? Isto:

 

p.s. já lhe perdi um pouco o jeito, mas acho que dá para o gasto!

publicado por M.M. às 22:20

(by skandiclove)

 

Hoje estava um dia lindo

Brilhante

Muita luz!

Muito silência!

Poucas palavras!

Poucas mensagens!

 

Apenas esta.

publicado por M.M. às 20:14

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
15
16

19
21
22

24
25
26
30

31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO