Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

27
Dez 08

O que fazer quando o rapaz de quem gostamos ou nos sentimos atraidas ou sei lá o quê há uns tempos nos beija pela primeira vez e chora?

 

O que fazer com aquele misto de sentimentos que se embrulharam dentro do coração?

publicado por M.M. às 14:06

25
Dez 08

I can't control my destiny, I trust my soul, my only goal is just to be. There's only now, there's only here. Give in to love or live in fear. No other path, no other way. No day but today.

 

Li há uns tempos num blog alheio e pareceu-me um bom lema para a vida. Não só a minha, mas a vida de todos aqueles que não querem passar por ela só por passar!

 

Aqui fica a partilha.

publicado por M.M. às 23:48
tags:

24
Dez 08

A mulher é igual à sobra: se correis atrás dela foge-vos; se fugies dela, corre atrás de vós.

Alphonse Lamartine

 

Sou bem capaz de perceber este senhor. Nós mulheres detestamos ter melgas atrás de nós, no entanto, quando não as temos sentimos-lhe a falta. Vá-se lá perceber-nos.

publicado por M.M. às 00:52

23
Dez 08

Tenho o word aberto numa folha em branco há já algum tempo! Tenho uma folha branca ao lado, olho para ela e sinto medo de a manchar com tinta.

 

 

Tenho de a escrever. Não me apetece escrevê-la.

Triste é quando temos a certeza de uma coisa e temos de abdicar dela porque sabemos que se insistirmos acabamos por nos magoar mais com as coisas e com as pessoas que estão à nossa volta.

 

Não há volta a dar-lhe impõe-se escrever esta carta. Para meu próprio descanso.

 

Coragem.

publicado por M.M. às 12:20
tags:

15
Dez 08

Ainda que sendo desconhecido me conseguiu fazer sorrir no final de um dia de cão no qual os motivos para chorar eram mais que muitos. Mas nada como diria a outra um batoonzinho nos lábios, um rimel e aí vamos nós! Foi o que fiz e soube-me mesmo bem.

Obrigada ilustre desconhecido pelos momentos de descanso que me proporcionaste. Obrigada por me teres dito aquilo, que mesmo sem saberes, precisava de ouvir. 

 

P.S. o pinguim não sei se sou eu ou ele! Quando descobrir aviso.

publicado por M.M. às 22:14

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
26

28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

17 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO