Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

20
Jun 11
Pratica a coragem. Sem medo,
sem te desviares um milímetro que seja
de quem és. Não te acanhas, não te rebaixes,
não fiques com nada por dizer.
És mais bravo do que pensas e o teu corpo
mais resistente do que imaginas. Segue.
Vai contigo. Conta com aquilo que tens.
Ouve o bichinho que te diz esquerda
quando toda a gente vai para a direita.
(Esse bichinho és tu, não o pises.).
Pratica a tua intuição, vai mais vezes,
erra as vezes que precisas.
Dorme descansado. Tu não és mais 
ninguém, nunca o serás. Por mais que te gritem o contrário, tu és tu. 
Ponto. Por isso, pratica o que tens.
Pratica o que só em ti existe 
e é raro nos outros. Pratica
o desplante, a candura, o despropósito
e o magnânimo. Pratica o estrambólico,
o arrumadinho e o absurdo.
Pratica quem és. Só assim serás 
inteiro e te manterás original.
(Publicidade da Sumol)
 
Roubado aqui.
publicado por M.M. às 23:39

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
23
24
25

26
28
29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

17 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO