Porque uma é pouco! Porque umas 1000 é capaz de ser demais. Aqui passarão a figurar as muitas existências de mim mesma. As muitas vivências de mim para mim mesma.

27
Jul 09

"(...) nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, bananóides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas."

Excerto de uma crónica escrita por MEC e publicada no Expresso da edição do dia 16 Outubro 2007

 

Pescado aqui.

publicado por M.M. às 12:38

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

17 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO